A Direcção da Obra Social Paulo VI deseja a todos umas repousantes e merecidas férias!

 

A Obra Social Paulo VI reabre a 4 de Setembro de 2014.

 

Instituição

 

INSPIRADO NO CARISMA de Santa Paula Frassinetti e coordenado pelas Irmãs Doroteias, cria-se em 1942 o Patronato de Santa Doroteia. Em 1968 surge a Escola de Formação de Educadores Paulo VI. Desta decorre, em 1976, a Obra Social Paulo VI com a missão de educarcrianças e suas famílias. Hoje a instituição promove a educação integral, pautando-se por uma oferta pedagógica inovadora e de qualidade, que acompanha de uma forma individualizada cada criança e sua família. Pratica uma pedagogia de projeto centrada nos interesses da criança e suas aprendizagens. Oferece experiências chave para o desenvolvimento, valorizando o sentido estético e a criatividade, através de atividades lúdico-expressivas: música, dança, drama e artes plásticas. Promove a iniciação à lìngua inglesa. Em parceria com as famílias, desenvolve nas crianças competências que conduzam à aquisição de valores cristãos, cultivando o acolhimento, a solidariedade, a verdade, a simplicidade, promovendo a educação para a interioridade e as relações interpessoais.

 

 

 

 

 

 

 

O nosso modo de educar

 

A intuição pedagógica de Santa Paula tem-se mantido viva nos nossos Centros Educativos, incarnada nas “con­dições novas que a História impõe”, com uma Marca de Família que podemos sintetizar nas seguintes caracterís­ticas:
PROPORCIONAR a cada educando/a um ambiente famil­iar em que, pela “via do coração e do amor”, se estimula, numa atenção personalizada, com “firmeza e suavidade”, a desenvolver os talentos “de inteligência e graça”, com responsabilidade e liberdade, em ordem a atingir a “ex­celência” das suas potencialidades;
TECER laços de relação, de convivialidade, que leva os/ as alunos/as a experienciar, desde cedo, atitudes de ami­zade, de inter-ajuda, de gestos concretos de solidarie­dade, capacitando-os/as para uma cooperação válida na construção da cidadania;
OPTAR por um jeito de serviço, pondo a render as aquisições de saber, de capacitação a todos os níveis, de bens de qualquer ordem, para a construção de um mundo mais justo e fraterno;
SELAR toda a vida com “a bela simplicidade” que escolhe sempre o caminho mais direito, que não cede a tentações de aparência e mentira, que “tem só Deus como fim das suas acções”. Esta nota da Simplicidade é a mais identifi­cante do modo carismático de ser-educar de Paula pro­longado nas Irmãs Doroteias e em todas as pessoas que fazem seu, hoje, este dom de educar através de Escolas, de diversas modalidades de Instituições educativas e de outros Projetos que abraçam.